domingo, 1 de maio de 2011

Dia da Mãe


"... durante 3 dias o teu corpo se contraiu com as dores de parto e a criança que trazias no ventre não queria sair... durante 3 dias o teu corpo se contorceu de dores e eu, impávido e sereno, dentro do teu ventre, alheado do mundo que te rodeava, aguardava talvez que o meu mundo não explodisse e a minha vida fosse ali, onde estava... ao terceiro dia de dor, no dia 8 de Dezembro, fui obrigado a sair de dentro de ti... tiraram-me à força e eu pude ver a luz do dia e tu pudeste descansar... nasci no dia da Imaculada Conceição, a concepção por natureza, o dia em que se celebrava o dia das mães... ainda hoje, para ti e para mim, 65 anos passados, esse é o teu dia, o dia em que, pela única vez foste mãe... o meu nascimento forçado provocou a tua impossibilidade de gerar mais filhos e jamais pude ter irmãos... trataste de mim, sempre... hoje, sou eu que trato de ti... porque mereces e porque ainda és a minha mãe..."

5 comentários:

Leonor Lourenço disse...

Comovente e belo

* Verinha * disse...

Que linda homenagem Joaquim!
Beijocas super em seu coração..

Verinha

Sandra disse...

Lindo...
:)

Lu Nogfer disse...

Ola amigo!

Linda homenagem e por sinal merecidissima!

Mae e filho:Pela comovente historia, ambos se fizeram mais que especias!

Beijo grande!

roc disse...

Belo e sentido. Parabens